Por que as leis islâmicas não são aplicáveis hoje

Alt= Khartom-Bahri_0

Se olharmos as injunções alcorânicas pertencentes a Sharia, ficará logo evidente para um homem racional e sem preconceito religioso que a época dos velhos ensinamentos do Alcorão não pode ser aplicada a época presente. As pessoas que aspiram a promulgação de leis islâmicas ao presente mundo muçulmano são alheias ao fato de que ambos, a época presente  e a Sharia são incompatíveis; e é desastroso lutar por essa causa profana. Nada a não ser um Estado falho será o resultado deste movimento irracional.

A religião é o resultado de perícia do homem. Ninguém no céu ousou inventar esta ferramenta, nem divisou este método para colocar as pessoas no labirinto da religiosidade. Todos pedem provas sólidas da minha tese, mas eles mesmos falham em me provar a existência de Deus. Se só as escrituras sagradas são apresentadas para falar de sua existência, então obviamente uma pessoa cética irá questionar sua autenticidade. Será falho para ele aceitar os sagrados livros como sendo palavra de Deus.

A religião é na verdade um resumo de códigos morais e éticos. O livro da ética (chamada sagrada escritura) tem emergido de épocas diferentes em áreas diferente. Essas mensagens tiveram, sem dúvida, um efeito de longo alcance. Os valores morais mudam com o tempo. O incesto, por exemplo, era muito praticado. Mas no mundo de hoje é um dos atos mais abomináveis. As mulheres tiveram um papel mais fraco em todas as esferas da sociedade até passado recente. Mas agora o mundo reconhece que para uma nação progredir, o papel das mulheres não pode ser negado.

Códigos morais, sociais e culturais mudaram conforme muda a época. Eles não podem ser estáticos pois é contra a lei da natureza. “Regras que mudam para tempos que mudam; regras que não mudam para tempos que não mudam” dizia Muhammad Abduh. Se os códigos morais não mostrarem flexibilidade conforme a necessidade, as pessoas enfrentarão sérios problemas. As decisões tomadas por uma época em particular para uma sociedade em particular nunca são aplicáveis para todas as épocas e todas as sociedades.

As religiões dizem que suas “sharias” são aplicáveis até o último dia do universo. Isso é bem infantil, e somente um tolo pode acreditar nisso. É tão absurdo quanto deixar cair uma grande pedra e dizer que a Terra não vai atraí-la. Desde o advento da era industrial e do mundo científico, não temos visto um só mundo islâmico de sucesso. No passado, o que quer que os guerreiros hajam conquistado ou obtido foi o resultado de invasões bárbaras e massacres cruéis. Qual é a razão principal para os países desenvolvidos nunca terem aplicado um sistema islâmico de governo em seus países, embora hajam aplicado os sistemas capitalistas e socialistas?

Um êxodo de pessoas que vem de países islâmico para outros mais desenvolvidos nos dá a grande prova de que não é o dogma, credo ou fé que molda o sistema estatal. É a sabedoria política, amor pela ciência e racionalidade, respeito pelo cidadão comum e a sinceridade com a causa primordial de construir a nação que garantem seu sucesso e seu crescimento, não os ensinamentos de um livro sagrado qualquer, ou os ditos de algum profeta. A ideologia islâmica é tão ultrapassada e obsoleta que não pode ser promulgada nem mesmo no mundo islâmico. As sociedades islâmicas atuais são a prova viva da morte de qualquer estado teocrático. As pessoas (os que fazem apologia ao Islã N.T.) dizem, com muito orgulho,  que as leis islâmicas não são aplicada corretamente em lugar nenhum. É um modo diplomático de aceitar descaradamente a derrota.

Desde o advento do Islã 1.400 anos atrás, não houve um Estado que fosse ícone de perfeição, progresso e bem estar. Karl Marx e Frederick Engels apresentaram um socialismo científico. Dizia-se que era quase impossível aplicar esta teoria no mundo. Mas em 1917, a Revolução Soviética, sob a liderança de Lênin, tornou isso possível. Não levou nem um século para que o sonho de Marx se tornasse realidade. Do mesmo modo, as ideologias capitalistas embalaram o mundo bem depressa. Mas até agora, as ideologias islâmicas falharam terrivelmente em inspirar as pessoas a lutarem e a aspirarem pela sua promulgação.

O Socialismo está se espalhando depressa e a América do Sul é exemplo vivo disso. Os países capitalistas como E.U.A e o Reino Unido também inspiraram o mundo muito tenazmente. Mas quando a gente olha para os muçulmanos, vemos a Al-Qaeda, o ISIS e outras organizações terroristas espalhando o medo, o terror e o barbarismo por toda parte. Se os muçulmanos dizem que o Islã não é praticado do jeito certo em lugar nenhum, como se pode esperar que uma pessoa de mente aberta e ajuizada creia que ele é aplicável? Obviamente uma pessoa de mente aberta vai ver que isso é só teoria de um livro.

Fica bem claro que a implementação prática das leis islâmicas nos países irá causar tremendo estrago. Será como viajar milênios até a idade da pedra. Agora as pessoas terão que decidir se querem dar as mãos àqueles que almejam uma sociedade mais segura, mais racional e mais científica; ou se querem dar as mãos àqueles cuja agenda é fazer deste lindo mundo um lugar infernal.

________________

ammar anwerSobre o autor: Ammar Anwer é um jovem de 17 anos, ex-muçulmano, ateu e humanista secular. Escreve como convidado para vários blogs e sites, incluindo o Atheist Republic. Interessado em política e história, Ammar Anwer diz: “Não se pode silenciar pensamentos. Pode-se silenciar a voz de um homem, mas seus pensamentos viverão para sempre, inspirarão as massas e não podem ser parados por acusações absurdas, armas ou medo. Aqui estou eu hoje, escrevendo para vocês, embora possa ser o próximo a ser morto por causa do que acredito e escrevo”.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s