Como o Islã desrespeita as mulheres

casamento islamico como o islã desrespeita as mulheres

Texto de Amer Manasra.   Tradução de khadija kafir em 06-03-2016. Link para o original.

A propósito, o que me levou a escrever este artigo foram os pregadores islâmicos no mundo ocidental, suas afirmações falsas sobre o Islã, a fim de embelezarem sua imagem, se aproveitando da ignorância das comunidades ocidentais, e dizendo que o Islã é uma religião pacífica. Também dizem que o Islã aceita outras religiões e que dignifica a mulher. O problema é que gente com pouco conhecimento acaba acreditando nisso, e outros, que enxergam as ações dos muçulmanos, se recusam a aceitar este tipo de discurso emocional dos pregadores islâmicos, mas não sabem como responder a eles. Neste artigo, vou dar alguns argumentos que você pode usar em um debate com um muçulmano. É também útil para alguém que deseja aprender sobre o tópico Islã e mulheres.

Cada tópico será referenciado ao fim do artigo, com o número correspondente.

1- O Islã permite que o marido bata na mulher [1]; Os defensores da religião dizem que Deus não mandou bater com força, ainda que o verso não especifique isso, mas surra é surra, não importa se forte ou fraca. Que tipo de vida eu terei com minha mulher se eu bater nela?

2- Poligamia. Um muçulmano pode se casar com quatro mulheres [2]. Na verdade, o Islã olha o casamento sob o ponto de vista sexual e não espiritual. Isto se nota pelos procedimentos que se seguem ao casamento os quais explicarei abaixo.

3. Uma mulher não pode liderar no Islã. Quero dizer liderança política [3]. Maomé, o profeta do Islã, dizia que nenhuma nação iria prosperar se fosse liderada por uma mulher. Que grande respeito ele tinha pelas mulheres! Eu fico a pensar no que ele diria se voltasse a vida e visse como as mulheres lideram os países nos dias de hoje!

4. As mulheres possuem mente defeituosa e seu testemunho também é defeituosos [4] e [5].

5. Casamento. Uma mulher não pode se casar sem o consentimento de seu pai [6]. Na realidade, o consentimento dele é o que importa afinal.

6. O pai dela deve receber um dote [7], embora não seja claro quem deveria receber o dote, mas de qualquer forma é repulsivo. A ideia de pagar ao pai dela é na verdade a ideia de comprar a garota. Por que eu deveria pagar para casar com alguém? E o amor? Será que ela é uma prostituta para que eu pague por ela?

7. Divórcio. O muçulmano tem permissão para pôr fim ao casamento com apenas uma única palavra “Taleq” e é tudo. Ele na verdade tem três oportunidades, pois pode toma-la de volta na primeira vez (em que se divorcia), na segunda vez (dentro de três meses), mas não pode toma-la de volta na terceira vez. [8]

Mas a mulher não pode se divorciar do homem! Aliás, se ela pedir a ele para se divorciar dela sem uma razão, ela irá para o inferno, não para o céu [9].

8. Uma mulher muçulmana não pode se casar com um não muçulmano [10].

9. Se seu marido a chamar para ir para a cama, para fazer sexo, ela não tem direito a recusar. E se ela fizer isso, os anjos a amaldiçoarão até o amanhecer [11], além disso, é um dos motivos pelos quais o homem pode bater nela. Vide referência [1].

Chamamos a isso de estupro hoje em dia, mas os homens muçulmanos chamam isso de direito. É apenas uma relação sexual de fato.

10. Véu ou burca. Ela deve cobrir seu corpo e seu cabelo [12], pois seu corpo é tentador aos homens.

Então: ela não tem direito a se divorciar, será comprada em casamento, não pode recusar a fazer sexo e o homem ainda pode ter mais três mulheres, deve cobrir o corpo e o cabelo. Que tipo de casamento é esse? É um casamento ou uma escravidão?

11. Mulheres escravas. Um homem pode comprar e vender escravas. Uma mulher é considerada escrava se for pega em uma batalha, ou se ela nasceu de uma mãe escrava. Mas o homem tem direito ao intercurso sexual com ela [13], uma vez que a comprou com seu dinheiro! Também pode mandá-la como presente a outro homem. Que maneira respeitosa de tratar as mulheres!

A escrava deve ser cristã ou judia.

Maomé não tinha qualquer respeito pelas mulheres. Ele teve doze esposas durante sua vida, onze de uma só vez, além de uma delas ter 9 anos [14] quando ele consumou o matrimônio!

FONTES:

[1] Os homens têm autoridades sobre as mulheres pelo que Deus os fez superiores a elas e por que gastam de suas posses para sustentá-las. As boas esposas são obedientes e guardam a virtude na ausência de seu marido conforme Deus estabeleceu. Aquelas de quem temeis a rebelião, exortai-as, bani-as de vossas camas e batei nelas. Se vos obedecerem, não mais as molesteis. Deus é elevado e grande.  Alcorão 4: 34

[2] E se receardes não poder tratar os órfãos com equidade, desposai tantas mulheres quantas quiserdes: duas, três ou quatro. Contudo, se não puderdes manter igualdade entre elas, então desposai uma só ou limitai-vos às cativas que por direito possuís. Alcorão 4:3

Muitos muçulmanos na época de Maomé casaram com mais de uma esposa.

[3] “Um povo que faz de uma mulher sua governante nunca será próspero”- relatado por Al-Bukhari, o Livro do Julgamento.

[4] “Eu nunca vi ninguém mais defeituoso na razão e na religião do que vós, as mulheres”. Uma mulher perguntou: “Qual é o defeito na razão e na religião?” Ele disse: “O defeito na razão é que o testemunho de duas mulheres equivale ao de um homem; e o defeito na fé é que vocês não jejuam completamente durante o Ramadã”*. Sunan Abi Dawud, o Livro do Comportamento Modelo do Profeta.

* Durante o Ramadã, as muçulmanas deixam de jejuar nos dias de sua menstruação, podendo jejuar depois do Ramadã, compensar.

[5] (…) Acrescentai o testemunho de duas testemunhas dentre vossos homens, e, na falta de dois homens, de um homem e de duas mulheres; pois se uma delas se equivocar, a outra a ajudará. Alcorão 4: 282

[6] “O casamento de uma mulher que se casa sem o consentimento de seu guardião é nulo. (Ele disse essas palavras) três vezes. Se há coabitação, ela toma seu dote pelo intercurso que o marido teve. Se houver uma disputa, o sultão (homem no comando) é o guardião daquela que não tem nenhum”. Narrado por Aisha, o Livro de Nikah (casamento).

[7] (…) Às mulheres de que gozastes, dai as pensões devidas. E não sereis censurados pelo que for livremente convencionado entre vós, além das prescrições legais. Alcorão 4: 24

[8] O divórcio revogável é permitido até duas vezes. Depois, tereis que vos conciliar com elas conforme os bons costumes ou repudiá-las com benevolência. Alcorão 2: 229

Como podemos ver, o homem é quem tem a escolha aqui.

[9] “Se uma mulher pedir ao marido o divórcio sem uma boa razão, o odor do paraíso será proibido para ela”. O livro do talaq*, da Sunan Abi Dawud.   * Obs.: Talaq significa “divórcio”.

[10] (…) E não deis vossas filhas em casamento a idólatras até que se convertam (…)  Alcorão 2: 221

[11] “Se um homem chamar sua mulher para a cama e ela recusar, e fazendo com que ele passe a noite zangado, os anjos a amaldiçoarão até o amanhecer”. Al-Bukhari e Muslim, o livro das ações proibidas.

[12] Asma, filha de Abu Bakr, apareceu na frente do mensageiro de Alá (saw) usando roupas de tecido fino. O mensageiro de Alá (saw) desviou a atenção dela. Ele disse: “Ó Asma, quando uma mulher alcança a menstruação, não fica bem para ela mostrar as partes do corpo, exceto esta e esta” – ele então apontou para o rosto e para as mãos.  Narrado por Aisha, o Livro das roupas.

[13] E refreiam sua concupiscência, exceto com suas esposas e servas – e neste caso não sereis censurados. Alcorão 23: 5-6

[14] “O mensageiro de Alá casou comigo quando eu tinha seis anos; e consumou o matrimônio comigo quando eu tinha nove anos. Eu costumava brincar com bonecas”. Narrado por Aisha, o Livro do Nikah (casamento).  Mais informações e fontes sobre Maomé e Aisha, clique aqui.

________________________

amer manasra 2Sobre o autor: Amer Manasra é um estudante de Gestão de Riscos e Seguros, no Jordão. É um ex-muçulmano interessado em problemática social, psicologia e está tentando fazer sua parte em prol de um iluminismo no mundo árabe. Ele é defensor do Estado secular e dos direitos das mulheres. Amer Manasra diz que ama a humanidade e considera a todos como seus irmãos e irmãs.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s