Masjid-ul-Aqsa: O fiasco de Maomé.

Texto de Ali Sina.  Título original: Masjid-ul-Aqsa: Muhammad’s Error

Há uma tradição (Hadith) que conta que durante uma noite Maomé cavalgou em um cavalo alado que o levou a Masjidu’l Haram (o templo da Caaba) até a Msjidu’l Aqsa (em Jerusalém) e de lá foi para o sétimo céu de onde viu o inferno e o paraíso e levado a presença de Alá. Esta história é aceita por todos os muçulmanos e é conhecida como Mi’raj e também é confirmada no Alcorão.

Glorificado seja Aquele que, certa noite, levou seu servo da Mesquita Sagrada à distante Mesquita de Al-Aqsa, cujos arredores abençoamos, para que pudéssemos mostrar-lhe alguns de nossos sinais.” (Alcorão 17:1)

Aqui nem vamos falar do absurdo de tal viagem. Se Deus é onipresente, por que alguém precisaria viajar para conhecê-lo? Se Maomé pôde viajar de Meca ao palácio de Alá em apenas uma noite montado em um cavalo com asas então o trono de Alá não deve estar muito longe de Meca. Fico a pensar como é que ninguém ainda não o encontrou. Deus está no Universo material ou fora dele? Se dentro, então está contido nele e não pode ser infinito. Se fora, então está a bilhões de anos luz longe de nós e nenhum cavalo alado pode alcançar seu trono em uma noite. E se é onipresente, como o ar na atmosfera, então não se precisar ir a lugar algum para conhecê-lo. Esta história é um conto de fadas e revela o pouco entendimento de Maomé do conceito de onipresença. Também não vamos perguntar por que Maomé teve que parar em Jerusalém antes de ir para o paraíso. Acaso há algum portal para o paraíso em Jerusalém?

O problema que queremos discutir é que Masjid’ul Aqsa “a Mesquita mais distante” não existia na época de Maomé.

LiveLeak-dot-com-54f_1385478777-Jerycho_ark

O primeiro templo naquele lado foi construído em 960 a.C, alegadamente por Salomão para abrigar a Arca da Aliança que seu pai, Davi, tinha trazido a Jerusalém. O templo foi enterrado pelos babilônicos em 586 a.C.

LiveLeak-dot-com-54f_1385478777-JerusalemHerodianTemplein

O segundo templo foi reconstruído por Herodes em 20 a.C. e destruído por Tito em 70 d.C.

LiveLeak-dot-com-54f_1385478777-masjid-ul-aqsa

Quando o califa Omar Ibn al-Khattab conquistou Jerusalém em 638 d.C, ele fez uma oração no lugar que o Templo de Salomão ficava. Foi o califa ‘Abd al-Malik ibn Marwan que construiu uma mesquita naquele lado em 691 d.C.

Maomé alegou que a viagem do Mi’raj aconteceu por volta do ano 621. Há um lapso de de 70 anos entre esse acontecimento e a construção de Masjid ul Aqsa (relatado na Enciclopédia concisa do Islam, Harper & Row, 1989, p. 46 e p. 102).

Como Maomé podia mencionar Masjid ul Aqsa quando essa mesquita ainda não existia? Ou Maomé não sabia que aquele templo tinha sido destruído em 70 d. C ou o Alcorão foi manipulado e “enriquecido” depois da morte de seu autor, permitindo que as fábulas contadas sobre Maomé caíssem em seu livro.

Minha opinião é formal: Maomé era um homem iletrado. Seu conhecimento era limitado ao que ouvia de outros – contadores de histórias e padres. Suas referências históricas e bíblicas são esboçadas. Ele joga um nome aqui, depois menciona um evento ali e frequentemente erra. Isso é de se esperar.

Os muçulmanos alegam que “Masjid” significa qualquer lugar de adoração. É por isso que se referem ao Templo de Salomão como Masjid. Neste caso, todas as igrejas, sinagogas, e os templos zoroastras são Masjids. Na época de Maomé havia tais Masjids construídos em cidades muito mais longínquas que Jerusalém, então Masjid’ul Aqsa não era a mais longe de Meca.

Isto foi obviamente um disparate tão grande de Maomé que muitos estudiosos islâmicos, incluindo Yusuf Ali, são da opinião que Masjid’u’ Aqsa é um lugar da construção e não o prédio em si.

Esta desculpa seria um jeito perfeito de sair do dilema se não fosse o Hadith seguinte, que de maneira inequívoca afirma que Masjid’ul Aqsa é o prédio do Templo que existia na época de Maomé.

Sahih Bukhari, Volume 4, Livro 55, Número 636:

Narrou Abu Dhaar:

Eu disse: ‘Ó apóstolo de Alá, qual mesquita foi construída primeiro?’ Ele replicou: ‘Al-Masjid-ul-Haram’. Eu perguntei: ‘Qual foi a próxima a ser construída?’ Ele replicou: ‘Al-Masjid-ul-Aqs-a’ (em Jerusalém). Eu perguntei: ‘Qual foi o período entre eles?’ Replicou: ‘Quarenta anos’ E acrescentou: ‘Quando a hora da oração chegar reze-a, pois toda a Terra é um local de adoração para você’.

 Este Hadith apresenta ainda um outro problema. De acordo com os muçulmanos, Masjid’ul Haram (a Caaba) foi construída por Abraão, que viveu há dois mil anos a.C e o templo de Salomão (o lugar de Msjid ul’Aqsa) foi construído por volta de 958-951 a.C. É um lapso de tempo de mais de 1040 anos entre as datas de construção dos dois prédios.

______________________________________

O artigo original encontra-se em http://www.liveleak.com/view?i=54f_1385478777

Sobre o autor: Ali Sina é um ex-muçulmano nascido no Irã e que hoje mora no Canadá. É fundador da FAITH FREEDOM INTERNATIONAL , que é um fórum de referência na crítica ao Islã e autor de várias obras, dentre elas Understanding Muhammed (Para entender Maomé), com tradução em progresso para o Português.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s